De fat bike entre a lagoa e o mar: Dunas frontais de Araquari, SC

De fat bike entre a lagoa e o mar: As Dunas frontais de Araquari

Fugindo do circuito Florianópolis-Sul do estado, o município de Araquari, 170 km ao norte de Florianópolis, guarda um roteiro pouco explorado pelos fatbikers: as Dunas frontais de Araquari.

A fronteira do município de Araquari com Barra Velha se dá pelo Rio Itapocú até seu encontro com o mar. E a foz desse rio possibilita uma peculiar formação de longas lagoas costeiras paralelas a praia.

Em épocas passadas a barra do rio Itapocú mudava de lugar devido a forças da natureza (maré, chuva, vento, etc). Muitas vezes permanecendo até mesmo fechada, o que provocava inundações na região.

Recentemente o encontro do rio com o mar passou a ser feito através de um canal artificial, a Barra, garantindo o fluxo constante de água. Com isso, ficam bem definidas duas penínsulas delimitadas entre o mar e lagoas costeiras.

Araquari (58)
Vista geral da península da Barra do Itapocú

Na parte ao sul da Barra fica a Lagoa de Barra Velha e o badalado balneário homônimo. Já na parte norte fica a Lagoa da Cruz e o singelo balneário da barra do Itapocú, por onde começamos nosso pedal.

Da ponte pênsil até a Barra

Ponte Pensil Barra Itapocu
A ponte pênsil na localidade da Barra do Itapocú

Iniciamos o pedal cruzando a Lagoa da Cruz pela ponte pênsil, seguindo inicialmente para o sul em direção a Barra através de uma trilha bem marcada na restinga.

Salva vidas
Casinha do Salva vidas
Trilha para a Barra
Trilha para a Barra do rio Itapocú
Trilha na restinga
Trilha na restinga para a Barra do Rio Itapocú

Como a trilha se extinguiu na beira da lagoa, finalizamos o percurso para o sul pedalando pelo banco de areia próximo a praia.

Restinga e o Mar
A restinga e o mar

A maré estava bastante alta nos forçando a pedalar no trecho de areia fofa mais próxima à restinga.

Restinga entre Lagoa e o Mar
A restinga entre a Lagoa da Cruz e o Mar
Abrigo de pescadores
Abrigo de pescadores na praia

Nessa parte da faixa de areia grossa nos impressionamos pelo excessivo acúmulo de lixo trazido pelo mar: galhos, plásticos, vidro. Em muitos trechos até dificultou a passagem tamanha a quantidade.

Detritos na praia
Os detritos trazidos pelo mar

Acreditamos que muito desse lixo tenha descido pelo rio, fruto do descarte irregular nas cidades por onde o rio passa. Mas também sabemos que essa é uma triste realidade: a poluição dos mares.

Detritos
Detritos trazidos pelo mar

Pedalamos para o sul até chegar na barra, 3,5 quilômetros da ponte pênsil. O local é bastante usado por pescadores que na sua maioria chegam de barco.

Barra do Itapocu
A foz do Rio Itapocú
Molhes da Barra
Os molhes e o mar

Nesse ponto o mar batia com violência nas pedras dos molhes e muitas vezes nos molhava tamanha a força das ondas.

Molhes da Barra
As ondas quebravam com violência
Molhes
Molhes da Barra do Itapocú

Já na parte mais elevada da barra é possível ter uma bela visão da região, da estreita faixa de terra entre a lagoa e o mar e o estuário do rio Itapocú.

Vista para o mar
Vista da praia da Barra Itapocú
Península
A estreita faixa de terra entre a lagoa e o mar
Ciclista e o mar
O ciclista e o mar

Da ponte Pênsil para o Norte

Araquari
Partindo da Barra para o norte

Da ponte pênsil para o norte o percurso segue pela trilha entre a lagoa e o mar, e a medida que avançamos a trilha vai se tornando em uma estrada de areia grossa e muito fofa, aparentemente bastante utilizada por trilheiros.

Trilha Araquari
A trilha para o norte

Nesse trecho a estrada-trilha segue ora cruzando a área de duna frontal estabilizada, ora passando pela parte de interduna molhada.

Araquari dunas
A trilha na área de dunas frontais
Cactos
Detalhe dos cactos ao longo da trilha
Trilha de Araquari
A estrada-trilha parece estar abaixo do nível do mar

A trilha prossegue no trecho ao norte da Lagoa, passando por uma planta industrial (no meio da restinga e na beira da praia!) até alcançar o município de Balneário Barra do Sul.

trilha das dunas
A trilha nas dunas frontais
Trilha Araquari
A trilha segue até o Balneário Barra do Sul

Na trilha existem alguns pontos de fuga que dão acesso a estrada que segue paralela a praia, mas um pouco mais no interior, e que podem servir como rota alternativa a dificuldade da areia extremamente fofa do local.

Araquari (45)
A trilha na estreita faixa de areia entre a Lagoa e o Mar
Araquari (46)
Trilha de areia muito fofa.

Nos pontos mais altos de restinga sobre as dunas novamente é possível apreciar a natureza do local. E também o acúmulo de entulho trazido pelo mar.

Araquari (57)
A trilha, com o Balneário Barra Velha ao fundo

O lugar é realmente lindo, mas a praia está precisando ser tratada com um pouco mais de carinho.

 

Informações Adicionais

Pedal nas dunas frontais de Araquari

Barra do Itapocu

Escrito por

Natural de Florianópolis, onde vivo por opção e sou ciclista por diversão. Através da bicicleta encontrei uma forma de ver o mundo e me manter saudável.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s