Fat bike nas Dunas da Praia Grande – Laguna SC

Saímos de Florianópolis de carro até a região de Laguna. Na travessia da balsa que liga o centro histórico ao farol de Santa Marta é que decidimos os detalhes de nosso pedal.

Como o vento estava bastante forte definimos o ponto de partida através da trilha que liga a praia da Galheta, onde existe uma vila sobre as dunas.

 

Fizemos um reconhecimento do local e pedalamos pelo costão que separa a praia da Galheta (ao norte) e a Praia Grande (ao sul).

Depois nos encaminhamos no sentido sul (e na direção do vento) através das dunas.

Laguna (5)
Vista geral das dunas da praia grande (sul)

O campo de dunas da praia grande possui dunas no formatos barcanóides e transversais,  mais baixas ao norte, com areia muito fina, branca, bem fofa e com pouca presença de vegetação.

Laguna (7)
Vista das dunas, com o Cabo de Santa Marta e Farol ao fundo

A parte mais ao norte  é bem aberta, longe dos costões, e desprotegida do vento.

Laguna (6)
Indo em direção do Farol

A medida que avança no sentido sul as dunas começam a ficar mais altas.

Laguna (10)
Vista das Dunas (do sul para o norte)

Eis que no meio das dunas nos deparamos com um grande retângulo de vegetação, concentrado num único ponto. Achamos um pouco estranho, pois possui linhas muito retas.

laguna (31)
Retângulo de vegetação no meio das dunas.

Como o vento predominante na formação das dunas é claramente de nordeste, a inclinação mais suave fica na face norte da duna e a mais inclinada para o sul.

Laguna (13)

E vamos nos aproximando do Cabo de Santa Marta…

Laguna (12)

Onde as dunas começam a subir o morro…

Algo realmente incrível.

Laguna (28)
As dunas subindo morro

Pela trilha subimos ao alto do Morro do Céu, onde mais surpresas nos aguardavam.

Laguna (27)

Todo tipo de terreno num único lugar: areia, areião, gramado, pedras, cascalho, conchas.

laguna (32)

Duna se formando no alto do morro, pela força do vento que empurra areia lá de baixo

Laguna (17)

E outra coisa que nos impressionou bastante foi o sambaqui que fica localizado no topo do morro.

Laguna (20)

Um depósito de conchas no alto do morro. Um Enorme!

Laguna (21)

E um segundo, bem menor.

Laguna (24)

Não bastasse tudo isso, o visual lá de cima compensa, e muito, a escalada.

Laguna (16)

Terminamos nosso pedal voltando pela praia, no contra-vento, admirando de fora as dunas que tínhamos recém conhecido.

Localização e informações adicionais: Strava

Dunas de Laguna

Escrito por

Natural de Florianópolis, onde vivo por opção e sou ciclista por diversão. Através da bicicleta encontrei uma forma de ver o mundo e me manter saudável.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s